Tratamento da Hiperidrose: Simpaticectomia ou MiraDry?

Se sofre de transpiração excessiva nas axilas procura, constantemente, uma solução duradoura e eficaz. A medicina oferece várias opções, entre elas a cirurgia simpaticectomia e o MiraDry.

A escolha entre tratamentos depende do seu médico especialista, bem como da sua expectativa.

Descubra neste artigo as características de ambos os métodos e qual o melhor para o seu caso em particular.

 

Que tratamentos existem para a Hiperidrose?

Os antitranspirantes e desodorizantes prometem eficácia prolongada. Talvez resulte para algumas pessoas, mas para quem sofre de suor excessivo não é suficiente. Mesmo com aplicações repetidas ao longo do dia.

 

1. Cirurgia Simpaticectomia

A cirurgia simpaticectomia envolve um procedimento minimamente invasivo. Os resultados são duradouros, mas exige anestesia geral.

Para muitas pessoas, a cirurgia é encarada como último recurso, para outros, a resolução de um problema de forma definitiva.

Na hiperidrose severa e resistente a outros tratamentos, o médico pode sugerir a cirurgia simpaticectomia. O objetivo é solucionar de forma definitiva o problema do excesso de transpiração na zona das axilas que os métodos não invasivos não conseguiram resolver.

O procedimento atua sobre a estrutura nervosa associada ao excesso de suor e envolve a remoção ou seccionamento de porções do nervo simpático.

O acesso é feito através de duas pequenas incisões na região da axila e colapso do pulmão para se conseguir aceder ao nervo simpático.

Vantagens:

  • Eficácia comprovada;
  • Elevada taxa de sucesso;
  • Incisões mínimas na pele;
  • Tratamento clássico, realizado há muitos anos.

Desvantagens:

  • Procedimento envolve anestesia geral;
  • Período de inatividade no pós-operatório;
  • Risco elevado de  hiperdrose compensatória (isto é, hiperidrose noutras partes do corpo);
  • Riscos normais associados a uma intervenção cirúrgica (probabilidade de complicação é, por norma, inferior a 1%).

 

2. MiraDry

O MiraDry é um tratamento inovador para o suor excessivo nas axilas, totalmente não invasivo e uma alternativa à cirurgia da hiperidrose. O procedimento é realizado no consultório do médico especialista.

Esta técnica utiliza a energia eletromagnética para aquecer e destruir as glândulas sudoríparas. O procedimento não envolve anestesia local.

Contudo, após o tratamento é normal um ligeiro rubor, inchaço ou hipersensibilidade na zona axilar, que desaparece ao fim de algumas horas ou poucos dias.

Vantagens:

  • Taxa de sucesso acima dos 80%;
  • Elevado grau de satisfação dos pacientes;
  • Resolução do odor;
  • Tempo de recuperação mínimo.

Desvantagens:

  • Não é recomendado a pacientes com implantes de estimulação elétrica, como o pacemaker;
  • Mulheres grávidas devem considerar outros tratamentos;
  • Pacientes com terapia de oxigénio também são contraindicados;
  • Durante os primeiros dias, a atividade física é desaconselhada.

A esmagadora maioria dos pacientes confessa-se bastante satisfeito com os resultados e o procedimento no geral.

Como saber qual o melhor Tratamento de Suor Excessivo para o seu caso?

Numa consulta inicial de diagnóstico, o cirurgião vascular vai procurar a causa do suor excessivo.

Pode existir uma doença que esteja a provocar a transpiração desmedida, ou pode ser uma condição inerente à própria pessoa.

A escolha depende de vários fatores tais como:

  • Intensidade da hiperidrose;
  • Localização do excesso de suor;
  • Métodos experimentados anteriormente;
  • Idade e condição de saúde do paciente;
  • Expectativas quanto aos resultados.

Sobretudo, é importante não desvalorizar o facto de que o suor tem impacto na sua vida, mas não é uma condição permanente. A tecnologia evoluiu e há soluções duradouras!

 

Decida com o seu médico entre a Simpaticectomia e MiraDry

Milhões de pessoas em todo o mundo sofrem com o excesso de suor há vários anos.

A cirurgia da hiperidrose e o tratamento MiraDry utilizam técnicas distintas, mas ambas são eficazes. Na indecisão do método, o médico especialista é o profissional mais habilitado para aconselhar e sugerir a técnica mais adequada para resolver este distúrbio funcional.

Marque a sua consulta de diagnóstico para o tratamento de suor excessivo, fale-nos das suas expectativas e em conjunto decidiremos o melhor tratamento.

Marque a sua consulta de diagnóstico »

Fontes:

Dra. Joana de Carvalho - Especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular

Licenciada em Medicina e Cirurgia iniciou a formação específica em Angiologia e Cirurgia Vascular em 2005, no Hospital de S. João. Obteve o grau de especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular, submetendo-se, posteriormente, ao exame de certificação europeu, obtendo o título de Fellow of the European Board of vascular Surgery. Desempenhou funções de Consultora Científica na área de Cirurgia Vascular do Programa Harvard Medical School Portugal. Realizou o curso Master em Fleboestética e fez certificação na técnica CLaCS (Cryo-Laser & Cryo-sclerotherapy), ambas no Brasil. Atualmente concentra a sua atividade na prática de técnicas minimamente invasivas, sem necessidade de internamento ou repouso e com resultados cosméticos otimizados. Mantém presença assídua em revistas com artigos temáticos na área da cirurgia vascular, bem como em programas de televisão onde aborda vários temas de cirurgia vascular e explora as soluções para o tratamento de derrames e varizes.

Partilhe este artigo