O que é e para que serve este exame vascular

Assista aos vídeos explicativos sobre o exame eco-doppler

Ver mais vídeos

O que é o Eco-Doppler ou Angiodinografia?

O eco-doppler ou angiodinografia é um exame de imagem que visa estudar as artérias ou veias.

É um exame indolor, não invasivo e inócuo, isto é, sem complicações ou efeitos laterais, recorrendo apenas a tecnologia ultrassom, com capacidade para transformar as ondas do ultrassom em imagens..

Este exame permite não só a avaliação da estrutura do vaso (dimensão, presença de obstruções ou outro tipo de lesões), mas também a avaliação do fluxo (direção e velocidade).

A realização da angiodinografia é muito comum, sendo especialmente utilizada no diagnóstico e estudo dos seguintes problemas de saúde:

  • Coágulos sanguíneos – como por exemplo tromboflebites, tromboses venosas profundas;
  • Varizes;
  • Doenças cardíacas congénitas e mau funcionamento de válvulas do coração;
  • Estenoses arteriais;
  • Aneurismas.

Ao realizar uma angiodinografia torna-se possível aferir a velocidade do sangue circula nas veias e artérias, por via da alteração dos sons produzidos pelo ultrassom.

Uma das grandes vantagens da angiodinografia prende-se com o facto de ser uma alternativa menos invasiva a outros meios auxiliares de diagnóstico.

Realizar este exame é completamente indolor e requer apenas que o técnico responsável, segure um aparelho de pequenas dimensões (sonda) junto à pele do doente, não existindo quaisquer limitações de atividade no período imediatamente seguinte à realização do exame, nem necessidade de qualquer preparação prévia.

No caso deste exame ser realizado para avaliar varizes, este será realizado com o doente em pé, sendo efetuadas ligeiras pressões manuais nas pernas, para estudar a função das válvulas das veias.

Marque a sua consulta

Como é realizado o Eco-Doppler ou Angiodinografia?

Muitas das vezes este exame é realizado durante a consulta permitindo um diagnóstico imediato e a instituição rápida do tratamento, evitando a realização de outros exames. Assim é nas situações de trombose venosa, por exemplo.

Para a sua realização não se requer nenhuma preparação específica, exceto nos exames abdominais, em que pode ser necessário um tempo prévio de jejum.

Dependendo do tipo de Eco-Doppler será aplicado gel de ultrassonografia sobre a área corporal a estudar (de modo semelhante ao que sucede com as ecografias obstétricas). A sonda do ecógrafo é então pressionada e mobilizada ao longo da região em causa.

Especificamente, o Eco-Doppler venoso é realizado com o doente de pé, sendo aplicadas ligeiras pressões manuais nos membros inferiores. Torna-se assim possível obter a informação necessária quando se planeia o tratamento das varizes: “origem”, características e localização das veias atingidas.

Em suma, é um exame simples, não invasivo, que não requer preparação específica e que é essencialmente indolor.

Após o exame pode ser retomada a atividade diária habitual.

Qual a relação entre a angiodinografia e o tratamento de varizes?

O recurso à angiodinografia é uma constante na abordagem das varizes.

Este exame permite, antes de tudo, fazer o diagnóstico adequado. Além disso, permite fazer o “mapeamento” das varizes, ou seja, definir a sua origem e trajecto, o que vai permitir delinear a estratégia terapêutica mais definitiva possível.

Com este exame o médico pode, também, avaliar o estado estrutural do vaso sanguíneo em questão, em relação à sua dimensão, à presença de obstruções e de outras lesões, bem como a velocidade a que o sangue circula no mesmo.

Marque a sua consulta

Os dados recolhidos durante a angiodinografia são essenciais para definir um processo terapêutico

Os dados recolhidos durante a angiodinografia permitem ao médico responsável, além de obter informações mais detalhadas do que as que a simples observação e palpação permite recolher, adequar melhor o rumo terapêutico a seguir, com vista à obtenção de resultados satisfatórios e o mais duradouros possível.

A doença venosa crónica tem a particularidade de não oferecer uma opção terapêutica única.

Assim, a avaliação individual de cada caso é essencial, para que seja possível a selecção do tratamento mais adequado.

Por outro lado, o recurso ao Eco-Doppler pode também ser uma etapa crucial de muitas técnicas terapêuticas.

Com efeito, a esclerose com espuma ou ablação com radiofrequência ou laser, são realizadas com controlo ecográfico intra-operatório.

Nota dos autores

Estes textos visam uma divulgação generalista. Procurou usar-se linguagem adequada à informação do público em geral. Pretende-se, ainda assim, que as noções apresentadas sejam as mais corretas à luz do conhecimento científico atual, embora de modo claro, mesmo para o leitor sem formação nesta área.

Biografia dos nossos Médicos de Cirurgia Vascular

joana-de-carvalho-cirurgia-vascular-porto

Dra. Joana de Carvalho
Especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular

Licenciada em Medicina e Cirurgia iniciou a formação específica em Angiologia e Cirurgia Vascular em 2005, no Hospital de S. João. Obteve o grau de especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular, submetendo-se, posteriormente, ao exame de certificação europeu, obtendo o título de Fellow of the European Board of Vascular Surgery. Realizou o curso Master em Fleboestética e fez certificação na técnica CLaCS (Cryo-Laser & Cryo-sclerotherapy), ambas no Brasil. Mantém presença assídua em revistas com artigos temáticos na área da cirurgia vascular, bem como em programas de televisão onde aborda o problema do crescimento das varizes e explora as soluções para o tratamento de derrames e varizes.

Ver biografia completa
Sergio-Sampaio-Especialista-em-Angiologia-e-Cirurgia-Vascular

Professor Dr. Sérgio Sampaio
Especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular

Licenciado e Doutorado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Fellow of the European Board of Vascular Surgery e membro de várias sociedades científicas, tais como Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular, Sociedade Portuguesa de Cirurgia Cardio-torácica e Vascular, European Society for Vascular Surgery e Mayo Clinic Alumni Association. Dá aulas como Professor Auxiliar Convidado na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Assume desde 2009 a coordenação da equipa de Cirurgia Vascular do Hospital Privado da Boa Nova e inicia funções como delegado nacional em representação da Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular.

Ver biografia completa

Saiba onde e quando nos encontrar

Horários Allure Clinic

segunda-feira – das 10h00 às 13h30
terça-feira – das 10h00 às 19h00
quarta-feira – das 09h00 às 13h00
quinta-feira – das 09h00 às 16h00
sexta-feira – das 10h00 às 19h00

Horários Hospital Privado de Gaia

quarta-feira – das 14h30 às 17h30

Estes horários podem sofrer alterações pontuais.
Contacte-nos para mais informações.

Horários

Segunda-feira

– Hospital Privado da Boa Nova: das 09h00 às 13h00
– Trofa Saúde – São João da Madeira: das 14h00 às 17h00

Terça-feira
– Hospital Privado da Boa Nova: das 14h30 às 19h30

Quarta-feira
– Trofa Saúde – Gaia: das 09h00 às 13h00
– Allure Clinic: das 14h00 às 19h00

Quinta-feira
– Hospital Privado da Boa Nova: das 14h00 às 16h00
– Allure Clinic: das 17h00 às 19h00

Sexta-feira
– Trofa Saúde – Maia: das 09h00 às 13h00
– Trofa Saúde – Gaia: das 14h30 às 19h30

Sábado
– Trofa Saúde – Gaia: das 10h00 às 13h00

Estes horários podem sofrer alterações pontuais. Contacte-nos para mais informações.

Contactos – Allure Clinic

Edifício Oporto Medical Centre
Av. da Boavista, nº 117,Piso 6, sala 605
4050-115, Porto