Dra. Joana de Carvalho

Médica Especialista em Cirurgia Vascular

Drª Joana de Carvalho

Médica especialista em cirurgia vascular

Dra. Joana de Carvalho

  • Médica especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular

  • Fellow of the European Board of Vascular Surgery

  • Member of the College of Phlebology

Joana de Carvalho é licenciada em Medicina e Cirurgia, pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP). Frequentou os 2 anos de Internato Geral no Hospital Pedro Hispano, tendo realizado durante esse período a Pós-graduação em Climatologia e Hidrologia Médica, na FMUP.

Iniciou a formação específica em Angiologia e Cirurgia Vascular em 2005, no Hospital de S. João, onde acumulou funções de assistente voluntária de Cirurgia Vascular, do curso de Medicina da Universidade do Porto.

faculdade-de-medicina-porto

Foi, durante a sua formação, a representante portuguesa na European Society of Vascular Surgeons in Training.

Durante esse período realizou estágios em centros de referência:

  • Hospital Vall d’Hebron (Barcelona), onde se dedicou à prática de ultrassonografia vascular;
  • Park-Krankenhaus (Leipzig, Alemanha) durante 2 meses e no Klinikum Sud (Nuremberga, Alemanha) durante um mês, onde se dedicou à prática de procedimentos endovasculares, minimamente invasivos.
hospital universitari vall dhebron

Frequentou diversos cursos internacionais no âmbito de diagnóstico vascular, técnicas cirúrgicas e procedimentos endovasculares.

Obteve o grau de especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular, submetendo-se, posteriormente ao exame de certificação europeu, obtendo o título de Fellow of the European Board of Vascular Surgery.

Desempenhou funções de Consultora Científica na área de Cirurgia Vascular do Programa Harvard Medical School Portugal.

Desempenhou funções de Assistente Hospitalar no Hospital Escala, Braga, durante 4 anos.

Klinikum-Sud

Realizou o curso Master em Fleboestética, no Brasil.

Fez certificação na técnica CLaCS (Cryo-Laser & Cryo-sclerotherapy) em São Paulo, Brasil.

Durante essa formação teve a certeza de que devia alargar o leque de opções terapêuticas e introduzir esse método em Portugal; ainda no Brasil, agilizou reuniões com os diversos fornecedores para aquisição do material.

dra-joana-de-carvalho-certificado-clacs-tratamento-varizes-porto

Certificação na técnica CLaCS

No espaço de 1 mês tinha montado uma flebosuite à imagem da da Clínica Miyake, em S. Paulo, criando a primeira clínica em Portugal especializada em Flebologia Estética.

Atualmente, concentra a sua atividade na prática privada onde se dedica com especial interesse à área da Flebologia Estética, aplicando técnicas minimamente invasivas, sem necessidade de internamento ou repouso e com resultados cosméticos otimizados.

Allure clinic - Porto

Quem são os médicos de Cirurgia Vascular?

dra. Joana de Carvalho Experiente e credenciada médica de cirurgia vascular no Porto. Informações e marcação de consultas.

Muitas vezes, recorremos aos serviços de um médico de uma determinada especialidade, sem conhecer o seu exaustivo percurso formativo e profissional que o tornou no profissional que é atualmente.

Esta é a situação de desconhecimento que se verifica numa parte significativa da população, face aos médicos de Cirurgia Vascular.

Quando vamos a uma consulta com um médico de Cirurgia Vascular, nem sempre reconhecemos o papel que estes médicos especialistas desempenham na prevenção e no tratamento dos diversos distúrbios do foro vascular, que vai muito além das varizes.

Marque a sua consulta

Qual o percurso formativo dos médicos de Cirurgia Vascular?

O percurso formativo dos médicos de Cirurgia Vascular é semelhante ao de qualquer outro médico especializado numa determinada área da medicina.

Para se ser especialista em qualquer área da saúde, primeiro é obrigatório ser médico. Assim, o primeiro passo formativo é a obtenção da Licenciatura em Medicina.

Para tal, é necessária a admissão à Faculdade de Medicina, dificultada pela elevada média de acesso exigida (e para a qual se tem de começar a trabalhar já desde o ensino secundário).

Depois, segue-se um longo percurso, durante 6 anos, marcado por muitas horas de estudo, de estágios em hospital e de exames até à obtenção da Licenciatura.

Mas, neste momento, ainda não se é médico. Para se tornarem médicos, têm ainda de cumprir 2 anos de Internato Geral, onde exercem medicina tutelada nas diferentes áreas: Medicina Interna, Cirurgia Geral, Pediatria, Medicina Geral e Familiar.

Para se tornarem médicos de Cirurgia Vascular, têm ainda de fazer uma especialização em Angiologia e Cirurgia Vascular. As especialidades são escolhidas mediante nota obtida num exame nacional e dependente do número de vagas existentes no país para as diferentes especialidades.

A formação específica em Angiologia e Cirurgia Vascular tem a duração de 6 anos, ao longo dos quais se desenvolvem conhecimentos específicos e se adquire proficiência nas diferentes áreas e nos diversos procedimentos diagnósticos e cirúrgicos.

O que esperar de consultas com médicos de Cirurgia Vascular?

Se vai procurar um médico de Cirurgia Vascular é muito provável que o faça por indicação do seu médico de família ou porque apresenta sinais comuns de problemas circulatórios.

Os motivos mais comuns para se procurarem consultas com médicos de Cirurgia Vascular são a sensação de pernas pesadas no final do dia e o aparecimento de varizes nos membros inferiores.

São problemas muito frequentes entre a população adulta portuguesa, mas que por vezes são negligenciados, por se desconhecerem as complicações que podem gerar.

Durante a consulta, os médicos de Cirurgia Vascular procedem a uma entrevista com cada doente, de forma a ficarem a conhecer melhor o caso em questão, bem como a possibilidade de o problema ser de outra ordem que não vascular.

Além do exame objetivo para avaliar as manifestações da doença, muitas vezes é realizado um Eco-Doppler, que mais não é do que uma ecografia que permite avaliar o funcionamento das veias e artérias.

Por fim, o médico irá delinear a opção terapêutica que melhor se adapta às suas necessidades específicas.