É possível aproveitar o Verão sem varizes

É precisamente na altura em que o bom tempo se começa a fazer sentir e a época balnear começa que as varizes se tornam mais sintomáticas e incómodas. Com o calor as veias dilatam e os sintomas relacionados com a doença venosa (sensação de pernas cansadas e pesadas, dor e edema) exacerbam-se.

Adicionalmente, a preocupação com a imagem aumenta nesta altura do ano. É a altura de ir para a praia, piscina, desfrutar do calor sem ter vergonha de mostrar as pernas! A questão estética é claramente um motivo válido para procurar tratamento mas é bom lembrar que, como veremos, as varizes são principalmente um problema médico e não meramente estético. Além de gerar sintomas diversos, as varizes podem complicar-se de tromboflebites, eczema e úlceras de perna.

Como se manifestam as varizes?

As varizes apresentam-se como veias dilatadas, bem evidentes, tortuosas e salientes. Estas podem acompanhar-se de diversos sintomas, sendo os mais frequentes a sensação de pernas cansadas e pesadas, dores e "inchaço" (edema). Todos estes sintomas surgem predominantemente ao fim do dia e agravam com o calor.

Podem ainda aparecer pequenos derrames ou raios cuja tonalidade pode variar entre o vermelho, o azul ou o roxo. Estes não costumam ser sintomáticos mas pela apresentação, são inestéticos.

A par das queixas que geram, as varizes podem resultar em alguma insegurança relacionada com a imagem, que é potenciada pela ansiedade e pelo receio de que o problema progrida. Mas existe solução!

Antes de mais, é importante perceber que as varizes estão associadas a uma série de factores que concorrem para o seu aparecimento, sendo os principais:

  • história familiar (hereditariedade)
  • obesidade
  • contraceptivos orais
  • ocupações que obriguem a estar muito tempo de pé.

Assim, torna-se essencial assegurar um estilo de vida o mais saudável possível, de forma a reduzir ou anular as causas que podem favorecer o aparecimento e agravamento de varizes e suas complicações.

Como se podem tratar as varizes?

Antes de mais, é determinante procurar avaliação precoce por um médico de cirurgia vascular.

Só assim, será feito o diagnóstico e será planeado o tratamento mais adequado, que pode passar pela toma de fármacos, pela escleroterapia ("secagem de derrames"), pelo stripping da veia safena (em que esta é extraída cirurgicamente) ou pela radiofrequência. Os dois últimos métodos são utilizados quando existe necessidade de uma intervenção direta numa das veias safenas.

Na altura de Verão, é importante lembrar que se deve evitar a exposição directa e prolongada ao sol, pela vasodilatação que este provoca. Deve-se proteger bem as pernas com creme protector solar e arrefecer frequentemente as pernas na água do mar ou piscina. Os passeios junto ao mar são excelentes para servir este propósito e melhorar a consição física!

Assim, para desfrutar de um verão sem vergonha de mostrar as pernas e sem os problemas que as varizes podem acarretar, procure avaliação de cirurgia vascular. O seu corpo e a sua saúde agradecem!

Saiba mais sobre Varizes »

Fontes:

Dra. Joana de Carvalho - Especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular

Licenciada em Medicina e Cirurgia iniciou a formação específica em Angiologia e Cirurgia Vascular em 2005, no Hospital de S. João. Obteve o grau de especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular, submetendo-se, posteriormente, ao exame de certificação europeu, obtendo o título de Fellow of the European Board of vascular Surgery. Desempenhou funções de Consultora Científica na área de Cirurgia Vascular do Programa Harvard Medical School Portugal. Realizou o curso Master em Fleboestética e fez certificação na técnica CLaCS (Cryo-Laser & Cryo-sclerotherapy), ambas no Brasil. Atualmente concentra a sua atividade na prática de técnicas minimamente invasivas, sem necessidade de internamento ou repouso e com resultados cosméticos otimizados. Mantém presença assídua em revistas com artigos temáticos na área da cirurgia vascular, bem como em programas de televisão onde aborda vários temas de cirurgia vascular e explora as soluções para o tratamento de derrames e varizes.

Partilhe este artigo