Assista aos vídeos explicativos da Dra. Joana de Carvalho

Ver mais vídeos

O que é?

As dores nas pernas podem estar a ocultar uma doença mais grave e, por isso, não deve negligenciar este grito de alerta do seu corpo.

O sistema vascular é a autoestrada do organismo. Em caso de bloqueio nestas vias, todos os órgãos (incluindo os vitais) ficam em risco, uma vez que o sangue não chega ao seu destino.

O desconforto que sente nas pernas pode ser passageiro e resultar de um esforço físico intenso. Neste caso, a teoria médica aponta para microfraturas causadas pelo exercício, mas que serão reparadas e, em poucos dias, as dores desaparecem.

À exceção desta situação, a dor nas pernas não pode ser ignorada.

Para ter uma ideia da extensão das doenças vasculares, em Portugal:

  • 2 milhões de mulheres com mais de 30 anos sofrem de doença venosa crónica;
  • 1 em cada 2 tromboses venosas resulta em sequelas crónicas;
  • A Doença Arterial Periférica afeta 20% das pessoas com mais de 70 anos.

Apesar de os números serem alarmantes, saiba que existem tratamentos.
Quanto mais cedo for identificada a patologia que está a causar a dor, melhores serão os seus resultados.

Marque a sua consulta

Sintomas das Pernas Cansadas

A sensação constante de pernas cansadas é um sintoma comum da doença venosa.

Para além do cansaço, outros sintomas descritos pelos pacientes são: peso, ardor, dormência, inchaço, dores lancinantes e cãibras. Muitas vezes, as dores nas pernas persistem em repouso e durante a noite.

Estes são apenas alguns dos principais sintomas que pode estar a experienciar e que limitam a sua qualidade de vida de forma séria.

A sintomatologia pode ser semelhante, mas estes fatores podem ter origem em diferentes patologias.

As mais comuns são:

  1. Doença Arterial Periférica (DAP)
  2. Trombose Venosa Profunda (TVP)
  3. Varizes (Doença Venosa)

Só após a observação por um médico especialista em Cirurgia Vascular e Angiologia e a realização de exames específicos, é possível avaliar com exatidão a fonte da dor e delinear o tratamento correspondente.

Pernas saudáveis são essenciais para a sua autonomia. Viver com dores intensas nos membros inferiores limita a sua mobilidade natural e, em alguns casos, existe mesmo risco de vida.

Lembre-se: os sintomas que incomodam hoje podem ser os problemas sérios de amanhã.

Dor nas pernas em repouso e durante a noite

Está a tentar adormecer, mas a dor persistente e incomodativa não cessa. Acorda de madrugada com dores excruciantes e não entende como a dor nas pernas pode surgir enquanto está na cama e em repouso.

Todos estes sintomas podem indiciar a presença de uma doença vascular, nomeadamente, da Doença Arterial Periférica.

Para realizar um diagnóstico mais preciso, o seu cirurgião vascular vai procurar obter informações sobre:

  • Características da dor;
  • Sintomas associados;
  • Medicação do paciente;
  • Sinais.

À observação clínica juntam-se os exames de diagnóstico, tais como a realização de um Eco-Doppler (totalmente não invasivo e indolor) ou outros testes complementares.

Perguntas Frequentes sobre Dores nas Pernas

1. As dores nas pernas podem ser um sinal de problemas no coração?

Ter dores nas pernas pode ser um sinal de obstrução nas artérias dos membros inferiores. Este estreitamento acontece devido à formação de uma placa de aterosclerose nas artérias das pernas.

A Doença Arterial Periférica, assim se chama a patologia, ocorre com mais frequência nas artérias das pernas, mas pode também manifestar-se na parede da aorta que atravessa o abdómen ou nos seus ramos. Portanto, a dor nas pernas significa que existe um processo aterosclerótico a decorrer e, logo, o seu coração pode estar em risco.

2. Como posso prevenir pernas cansadas e dolorosas?

Cansaço e peso nas pernas são os sintomas mais comuns da doença venosa (varizes e derrames). Mas há outros fatores não relacionados com doenças vasculares, tais como a obesidade, gravidez, permanecer longos períodos de pé, entre outros.

Algumas medidas como o exercício, meias de contenção ou elevação das pernas podem ajudar, mas é recomendado visitar um médico especialista em Cirurgia Vascular. Caso haja uma patologia de base, o problema tenderá a agravar se não for resolvido.

3. Quais os sinais de alerta de uma Trombose Venosa Profunda?

Os sintomas da Trombose Venosa Profunda incluem um inchaço súbito numa das pernas. Caso haja presença de dor, significa que as veias mais profundas foram afetadas. Esta é uma situação séria e que resulta da obstrução repentina de uma veia por um coágulo de sangue.

Necessita sempre de acompanhamento médico porque existe o risco de um coágulo se formar nas veias dos membros inferiores, viajar pela corrente sanguínea e alojar-se nos pulmões, provocando uma embolia pulmonar – uma situação potencialmente fatal.

4. Dores nas pernas durante a noite é um sinal de doença vascular?

Se acorda durante a noite com cãibras musculares, dores nas pernas e nos pés, ou não consegue sequer adormecer tal é o incómodo, este pode ser um sintoma sério da doença arterial periférica. Sobretudo, se for recorrente.

A patologia limita o porte de oxigénio aos músculos devido a um estreitamento das artérias causado pela deposição de gorduras no interior das mesmas. Se também sente dor quando caminha uma curta distância, é devido à claudicação intermitente, um sintoma expressivo da Doença Arterial Periférica. Deve consultar um cirurgião vascular com urgência.

5. Por que me doem as pernas sem razão aparente?

A sensação de peso e dor nos membros inferiores, acompanhada de formigueiro que se intensifica ao final do dia, pode ser resultado da presença de uma doença venosa crónica.

As varizes ou derrames são uma manifestação desta insuficiência. Como as válvulas das veias estão danificadas e não executam bem a sua função (de direcionar o sangue para cima), as paredes vasculares tornam-se incompetentes ao longo do tempo e dilatam ou ficam tortuosas – causando cansaço que, por norma, alivia com a elevação dos membros inferiores.

Contudo, só um diagnóstico médico poderá determinar ao certo a origem dessa dor.

6. Por que tenho dores na parte superior da coxa?

A dor na zona superior das coxas pode ser difícil de diagnosticar. Existe um conjunto de músculos, ligamentos e nervos que podem estar na base desta dor bastante incómoda que está a sentir.

À parte de lesões musculares provocadas pelo excesso de exercício ou patologias do sistema nervoso e esquelético, pode existir um bloqueio devido a um coágulo sanguíneo.

Com efeito, é raro a Trombose Venosa Profunda provocar dores na parte superior da coxa; contudo, pode dar-se a situação de um coágulo ter-se soltado e ficar preso nesta região.

Se sente uma dor inexplicável que não melhora ao fim de alguns dias, existe vermelhidão e calor na área afetada, deve procurar rapidamente um cirurgião vascular.

7. Como melhorar a circulação nas pernas?

Para facilitar a circulação sanguínea, evite passar muito tempo de pé ou na mesma posição. Recomenda-se a prática de exercício de forma regular, a perda de peso e a elevação das pernas sempre que possível porque facilita o retorno do sangue ao coração. Evite cruzar as pernas quando se senta e experimente usar meias de contenção que auxiliam o movimento do sangue no sentido do coração. Deixe de fumar e de usar sapatos e meias muito apertadas.

Se, mesmo assim, os sintomas persistirem, consulte um médico especialista.

Importância do Diagnóstico Precoce

Se tem queixas de dor e cansaço extremos nas pernas, procure um cirurgião vascular. Só ele poderá diagnosticar com exatidão a origem do seu problema.

O Eco-Doppler é um exame de primeira linha na Cirurgia Vascular. Totalmente indolor, é em tudo semelhante a uma ecografia. Mas para além de produzir uma imagem e permitir o estudo das artérias e veias, mede a velocidade com que o sangue circula nestas vias internas do corpo.

As doenças vasculares podem pôr a sua vida em risco, para além de terem uma profunda influência negativa na sua vida diária. Viver com dor ou sentir-se incapaz de realizar as tarefas mais simples – pessoais ou profissionais – é limitativo.

A doença vascular não desaparece por si só e tem tendência a agravar. Quanto mais cedo for detetada, melhores os resultados do tratamento.

Tratamentos para Varizes e Derrames

Existem diversos tratamentos eficazes para as varizes e derrames.

A escolha baseia-se na avaliação clínica do cirurgião vascular, do histórico médico do doente e dos resultados do exame ecográfico aos membros.

Mitos associados ao Tratamento de Varizes e Derrames

Marque a sua consulta

Procure um Especialista em Cirurgia Vascular e cuide da sua saúde

O cirurgião vascular e angiologista é um profissional altamente qualificado na prevenção, diagnóstico, tratamento e monitorização de doenças que afetam o sistema vascular (artérias, veias e vasos linfáticos).

No caso de ter queixas graves de dores na