Descubra 2 tratamentos eficazes que acabam com o Suor Excessivo

Preocupação constante, baixa autoestima e interferência na produtividade são alguns dos sentimentos descritos pelos pacientes que vivem com o problema de suor excessivo.

Se faz parte deste grupo e procura uma solução definitiva para a transpiração, descubra neste artigo dois tratamentos para o suor excessivo com uma elevada taxa de eficácia nas axilas, mãos e pés, sem cirurgia e anestesia geral.

Suor Excessivo afeta milhões de pessoas em todo o mundo

Estima-se que entre 2 a 9% da população sofra com a transpiração excessiva. Em Portugal, são cerca de 500 mil pessoas afetadas com este problema.

Um estudo da Sociedade Internacional da Hiperidrose procurou avaliar o impacto psicológico e social do excesso de suor na vida dos pacientes. E chegou a conclusões inquietantes.

Influência da Transpiração Excessiva na vida dos pacientes

Se vive com este distúrbio fisiológico, talvez partilhe alguns dos sentimentos descritos:

  • 69% dos entrevistados confessa estar sempre preocupado com o excesso de suor;
  • 50% admite que a hiperidrose tomou conta da sua vida e restringiu as atividades sociais;
  • 63% afirma, categoricamente, que o suor em excesso interfere com a produtividade na escola ou no trabalho;
  • 75% dos entrevistados admite ter dificuldade de estar em público sob o escrutínio das pessoas.

Quem pode beneficiar destes tratamentos?

Qualquer pessoa que se sinta incomodada e procure eliminar de vez a transpiração excessiva é um forte candidato. Por exemplo:

  • Desportistas que procuram reduzir o odor associado ao excesso de suor;
  • Profissionais que usam camisas e querem evitar as manchas de suor na zona das axilas;
  • Mulheres que pretendem maior conforto e higiene;
  • Pacientes que sofrem de hiperidrose;
  • Todas as pessoas que procuram uma alternativa aos anti-transpirantes agressivos, sobretudo, evitar a utilização de produtos com alumínios.

Tratamento MiraDry – tratamento revolucionário para o suor excessivo nas axilas

A tecnologia associada ao tratamento MiraDry foi desenvolvida ao longo de 5 anos por dermatologistas americanos de renome e tem o selo de aprovação da FDA (Food and Drug Administration).

Este procedimento consiste na eliminação das glândulas sudoríparas através da aplicação de ondas eletromagnéticas - de curto alcance e com elevada precisão.

As ondas aquecem as glândulas provocando a sua destruição.

O dispositivo MiraDry inclui um sistema de aspiração que estabiliza a pele e aproxima as glândulas sudoríparas da superfície. Desta forma, os tecidos mais profundos estão protegidos.

Com o MiraDry não há necessidade de anestesia geral porque não há incisões na pele.

Como se desenrola uma sessão de MiraDry?

O primeiro passo para resolver o problema em definitivo é marcar um diagnóstico para o tratamento de suor excessivo.

Depois, o médico especialista faz uma avaliação geral, avalia a extensão e a intensidade do problema. Procura também perceber a expectativa dos pacientes quanto aos resultados.

A esmagadora maioria das pessoas resolve o problema com 2 sessões, no máximo.

A intervenção é realizada no consultório e dura, aproximadamente, entre 1 hora a 1 hora e 30 minutos.

É aplicada uma anestesia local por uma questão de conforto do paciente.

Resultados

Ao fim de 2 anos, os cientistas envolvidos nos testes clínicos do MiraDry, puderam concluir que a técnica acaba de modo definitivo com o suor excessivo.

Os pacientes nunca mais experienciaram axilas molhadas, quase a gotejar. A taxa de satisfação ronda os 90%.

Porém, nem sempre a localização da hiperidrose é nas axilas. Muitas vezes, o excesso de de transpiração é focalizado nas mãos ou nos pés. Neste caso, a solução não invasiva é o tratamento PalmaDry.

Se é este o seu problema, veja do que se trata.

Tratamento PalmaDry - trate a transpiração excessiva nas mãos e pés

O tratamento PalmaDry envolve um aparelho que emite uma ligeira onda elétrica de muito baixa intensidade que inativa as glândulas sudoríparas.

É um procedimento muito simples, sem qualquer risco e que pode ser realizado em casa.

Contudo, não é aconselhado a pessoas que tenham dispositivos de estimulação elétrica, como os pacemakers.

Duração do tratamento e resultados

Os resultados são graduais, mas significativos. Os pacientes relatam uma redução do suor excessivo em cerca de 90%.

O tratamento envolve sessões diárias de aproximadamente 15 minutos, durante cerca de uma semana a 10 dias.

Experimente os Tratamentos para o Suor Excessivo e comprove os resultados

Após anos de restrição social, os pacientes tratados com estas 2 técnicas não invasivas recuperam qualidade de vida e sentem-se mais confiantes nas diversas interações sociais.

Dê o primeiro passo para resolver o problema! Marque um diagnóstico para o tratamento de transpiração excessiva com os nossos médicos especialistas em cirurgia vascular.

Marque a sua consulta de diagnóstico »

Fontes:

Dra. Joana de Carvalho - Especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular

Licenciada em Medicina e Cirurgia iniciou a formação específica em Angiologia e Cirurgia Vascular em 2005, no Hospital de S. João. Obteve o grau de especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular, submetendo-se, posteriormente, ao exame de certificação europeu, obtendo o título de Fellow of the European Board of vascular Surgery. Desempenhou funções de Consultora Científica na área de Cirurgia Vascular do Programa Harvard Medical School Portugal. Realizou o curso Master em Fleboestética e fez certificação na técnica CLaCS (Cryo-Laser & Cryo-sclerotherapy), ambas no Brasil. Atualmente concentra a sua atividade na prática de técnicas minimamente invasivas, sem necessidade de internamento ou repouso e com resultados cosméticos otimizados. Mantém presença assídua em revistas com artigos temáticos na área da cirurgia vascular, bem como em programas de televisão onde aborda vários temas de cirurgia vascular e explora as soluções para o tratamento de derrames e varizes.

Partilhe este artigo